A solidão já foi um banco vazio à sombra de uma árvore sem pássaros.  Hoje é um imenso salão de baile onde eu danço com os meus prezados fantasmas enquanto a orquestra toca minha música favorita.

O Baile

*imagem: cena do filme O Baile, de Ettore Scola,  de 1983 (capturada na Internet)